segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O Encontro Mais Piroso De Sempre

Eu tinha prometido a mim mesmo que não me voltaria a encontrar com ninguém antes de ir para o trabalho mas o M tinha manifestado interesse em conhecer-me durante o dia de hoje e eu estava mortinho por lhe põr o olho em cima. Ele é o mocinho deste post AQUI.

Ele encetou duas vertentes na minha pseudo vida amorosa que andava mortinho por experimentar, a ver se a coisa dá uma volta:

1) Experimentar sair com alguém mais novo, por que, e sejámos honestos, eu não tenho tido lá muita sorte com os cotas.

2) Sair com um gordinho. Deve ser a metade que me falta, eu sou tão magrinho e acredito naquela coisa da atracção dos opostos. E há gordinhos tão bonitos...


Ele tem 22 aninhos. Eu sempre disse que não estou cá para aturar os filhos dos outros MAS pronto, ele pareceu-me mesmo simpático. Um bocado piroso MAS eu tinha uma fezada muito positiva. O rapaz não desiludiu. Segundo me disse, está a ingressar agora no segundo ano de Arquitectura e eu, visionário que nem Deus, já me estou a ver a arquitectar um futuro para a gente.


Mal o vi, quatro coisas saltaram à vista (e não, uma delas não foi o pau, não sejam porquinhos).

1) O rapaz dá dois de mim. Ok, eu sei que para dar dois de mim não é difícil por que eu sou mesmo magrinho, mas é aquele contraste mesmo acentuado. Parece aquela série, "Buxa e Estica".

2) Os olhos dele parecem fendas de gato. Apesar de usar óculos tal como eu, estava constantemente a deitar-lhe o olho aos olhos.
Dafuq man, onde é que foste buscar esses olhos?

3) Tem uma boca mesmo pequenina. Volta e meia olhava para aquilo e pensava:
" - Será que ele sabe usar aquilo?"

4) Que o peso lhe deve dar uns dois metros a mais. Para alguém que supostamente era mais baixo do que eu, achei até que ele era mais alto. Provavelmente é o meu complexo de inferioridade a manifestar-se.

A maioria dos meus encontros tem zero de romantismo. Este não foi exepção, nem no café (que o filho da mãe nem me deixou pagar-lhe) a coisa acendeu. Eu bem que podia ter-me lembrado de o ajudar a comer a nata à colher mas na altura não me lembrei. Agora é tarde demais.

Fazendo-me companhia até ao meu escritório, ficou na porta o tempo suficiente para ser cumprimentado por meia dúzia de colegas meus.

Chegada a hora de eu ir trabalhar, a eterna dúvida:



" - Vai rolar ou não?"
Claro que não rolou, demos aquele abraço descomprometido....

A DÚVIDA EXISTENCIAL RELATIVAMENTE AO MOCINHO

Eu acho-lhe piada  por ele ser simpático, bonito, ou gordo? Um misto dos três?
Eu não costumo fazer muitas juras. Acho que são escusadas. E muitas vezes revogadas. Mas tinha-lhe prometido que não ia usa-lo somente para satisfazer a minha curiosidade. Que, se tivesse algo com ele, fosse o que fosse, seria por mais do que o cumprir de uma fantasia.

Chegando ao fim do dia de hoje, sinto-me a verdadeira Floribella.

" - Ai mãe, dá-me um sinal..."

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Conheço-Te Do Quinto Dos Caralhos

" - Ah e tal não sei quê, eu conheço-te da escola XPTO, sempre quis falar contigo mas nunca tive coragem..."


Dizerem que me conhecem da escolinha do ciclo dá um tesão louco.
O que não dá um tesão louco é lembrar-me de que, se já sou feio agora, imaginem há uns, hum, doze anos atrás. Há doze anos atrás, para além de feio eu andava mal vestido.
Peço desculpa aos meus pais, mas uma criança que tenha nascido nos anos 90 e que tenha sido vestida pelos pais andou (quase) sempre mal vestida. Agora não ando tão mal vestido.
E acho que não fiquei muito mais feio do que o que já era na altura.

MAS, voltando ao meu (nosso) amigo da escolinha, lá lhe disse eu:

" - Pronto, já falaste, estás a ver não mordi..."

E também não vou morder. Parafraseando o filme da outra atriz de que me falha o nome, "ele não está assim tão interessado"

Não Assustes A Caça

Aquela vontade louca de melgar o moçinho com quem ando a falar e a quem acho imensa piada e que me acha piada a mim, não sabendo que a parte a que ele não deve achar piada é a minha pessoa completa. Controlando o instinto natural de o melgar a todo o momento.


Alyssa Reid - Rollercoaster [Video]

OneRepublic - Kids [Video]

Ellie Goulding - Still Falling For You [Video]

Bea Miller - Yes Girl [Video]