quinta-feira, 30 de março de 2017

Começam As Semanas 6/2


Honestamente, acho que se me apanhar a trabalhar de segunda a sexta e a ficar em casa durante o fim-de-semana, esse emprego me irá parecer estranho, ao invés deste que agora tenho, e ao qual já estou mais do que habituado. Semanas de seis dias é que não estão com nada.
Já tive o (des)prazer de conhecer a alma que se lembrou de sugerir esta ideia e só não lhe quis rebentar a bolha de auto-congratulação ao perguntar:

" - Tiveste essa ideia quando estavas a fazer o número um ou o número dois?"


Parecendo que não, chego ao fim do terceiro dia e já estou a morrer. Por que oito dias de trabalho são apenas para Inglês ver, fazer contas e não fazer, passa-se mais uma hora e o sono não vai embora. E, se for a avaliar pelo que se passou o ano passado, com um bocadinho de sorte ainda dá o fanico a alguém durante a época alta e os outros que tapem os buracos. Como se já não me bastasse não ter ninguém para tapar o meu...

Little Mix - No More Sad Songs [Video]



quarta-feira, 29 de março de 2017

Power Rangers

Perdi a vergonha e pronto, acho que vou mesmo ver o raio do filme ao cinema. Don't judge me.


terça-feira, 28 de março de 2017

Roupas De Trabalho E Perda Da Individualidade

Quando comecei a trabalhar a minha indumentária era maioritariamente preta. Mudaram-se os tempos e as necessidades e com isso fui diversificando um pouco as cores das peças que comprava, visto que a maioria delas se destinava a ser usada em ambiente de trabalho, uma vez que fora isso não saio assim muito.
Assim sendo ao longo de todo este tempo juntei uma colecção da qual me posso orgulhar (dependendo das peças) até que, surgiram os pólos de manga curta, feitos de um tecido que só não coloco a arder por poder arder junto, um casaco cuja única finalidade deve ser fazer-me parecer uma salsicha, e agora umas sweaters que me irão fazer parecer o nigga de qualquer video de hip-hop.
Não quero dar a entender que a minha indumentária é a melhor coisa que irão ver no Porto, tenho peças compradas por mim, que, de cada vez que olho para elas, questiono a minha sanidade mental. Mas são minhas e, se não posso ser eu, então quem sou eu afinal? O funcionário 113?

segunda-feira, 27 de março de 2017

O Encontro Mais Rápido De Sempre #3

#2 AQUI.

Um conselho desta alma que vos escreve: nunca se encontrem com alguém no vosso local de trabalho. Eu sei, eu devo ser uma das poucas pessoas que tem essa ideia estúpida, mas como a estupidez humana é uma coisa que tende sempre a aumentar, convém avisar.


Então o Inglês aparece-me pelas redondezas ontem, e eu lá lhe mando um "olá" pelo Grindr e lhe digo que, quando quiser passar por lá, que está à vontade.... e ele sentiu-se tão à vontade que apareceu por lá hoje.

Conte pelo meio, meia dúzia de conversas badalhocas e umas fotos que de puras só tinham a origem.
Se rolou alguma coisa? Não. Só a percepção de que o homem era alto para caraças e que eu preciso, urgentemente de arranjar um carrinho.

domingo, 26 de março de 2017

Como Confiar Em Fusos Horários Automáticos?

Desde que ingressei no 5º ano que me lembro de ter acordado sempre com a ajuda do despertador do telemóvel. Bastou a Senhora minha mãe ter adormecido uma vez e se ter esquecido de me chamar para ficar de sobreaviso. Desde então os telemóveis evoluiram (e eu retrocedi na cadeia evolutiva) e agora já mudam para os horários de Verão/Inverno sozinhos e tudo. Quando mudam.
Ainda utilizando o meu antigo telemóvel como despertador, não quis arriscar e coloquei também o meu actual a despertar à mesma hora.
Não obstante, dormi com o relógio de pulso na mesinha de cabeceira.


Só para que conste, os dois telemóveis estavam com os horários actualizados. E eu soube isso por que, ao invés de esperar que um deles tocasse, acordei meia hora mais cedo e fiquei na cama a pensar na vida. Por que acordar às cinco e meia da manhã não era cedo o suficiente.

Lacuna Coil - Blood, Tears, Dust [Video]

sexta-feira, 24 de março de 2017

A Bela E O Monstro #2

#1 AQUI.

Lá acabei por ir ver o filme com a pequenita. E foi fofo vá.
Não percebi muito bem o que era suposto ser o penteado do Dan Stevens no final do filme mas ok. Comia na mesma.
E estou a tornar-me numa daquelas pessoas que derrama lágrima em tudo quanto é filme piegas, a minha sorte é que ninguém viu. Isto não está certo.


Na Primark

O rapaz da caixa pode até ter-se enganado a colocar o meu NIF na fatura, a roupa pode ser feia que doí, mas não há dúvida que com uma carinha daquelas dá vontade de voltar à Primark nem que seja para comprar gomas.


Iggy Azalea - Mo Bounce [Video]

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sendo Politicamente Incorrecto

Quando um puto de 15 anos me contacta pelo Grindr e a primeira coisa que me diz é:

" - Sou apaixonado pela política..."


Bem, uma coisa é certa, se há gente que só nos fode são os políticos...

Amy Lee - Speak To Me [Video]

quarta-feira, 22 de março de 2017

A Bela E O Monstro


A minha irmã queria mesmo ir ver o filme. Como sou muito boa pessoa vou fazer-lhe a vontade.
Quem também é muito boa pessoa, no sentido figurado da coisa, é o Dan Stevens, mesmo na versão besta. Eu sempre gostei de homens peludos por isso não importa. Claro que também não me importo que ele seja rico e tenha um castelo.

terça-feira, 21 de março de 2017

Alfredo E O Algodão Doce [Imagem]


Alfredo, o orgulho de qualquer pai. Eu só não sigo as pisadas dele por que nem sou grande fã de algodão doce. Agora a parte do pau no cu tem muito que se lhe diga...

Nossa, És Tu?

A menos que vocês sejam a imagem da senhora em branco do Facebook que parece o Darth Vader ou tão fotogénicos quanto o David Gandy, qualquer foto que vossa circule por essa internet fora, será vossa.
Por isso, é sempre com alguma relutância que digo a verdade quando alguém me pergunta se as fotos que mostro são efectivamente minhas.
Dá aquela vontade louca de responder:

" - Tens razão, não sou eu, fui ao mui fiel amigo Google e procurei fotos de gajos podres de bons por quem me posso fazer passar para tentar engatar alguém e voilà, de entre as centenas de possibilidades que se me apresentaram, escolhi esta. Não sou mesmo eu. Mas achei o modelo muito atraente."

So Good, So Good, So Goooooooooooooooooooooooood



Ainda não morri porra. A Zara Larsson lançou um álbum e uma pessoa precisa de algum tempo para digerir as coisas. Não se deixem enganar, o título é uma falácia, aquilo não é "So Good", é só "good" com umas coisas estranhas no meio. E, se se lembrarem que duas ou três das músicas que estão na secção de "músicas que não são más" já têm uma porrada de tempo ("Never Forget You", "Lush Life") é caso para se ficar deprimido. Falando em depressão, "One Mississippi" e "I Can't Fall In Love Without You" figuram actualmente na minha playlist "dor de corno na camioneta".

PS: Comentário maxo de Março: A Zara é boa todos os dias. Logo atrás de uns empregados que curiosamente também trabalham na Zara.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Chocando E Amedrontando Colegas De Trabalho

Uma das coisas boas de se ficar mais velho, é, por exemplo, brincar com situações que, em outras ocasiões se tornariam embaraçosas.
Hoje ao almoço com dois estagiários e uma moça nova que lá trabalha há coisa de três semanas, alguém virou a brasa para a minha sardinha e perante a conclusão óbvia, esse alguém disse aquela conclusão que é tirada por 100% (não é falsa modéstia, é mesmo) das pessoas que me conhecem:

" - Ai não pareces nada...."

Aquele cansaço de ter de explicar as coisas a quem não quer entender...

" - É, deixei a bandeira em casa..."


Uma dessas almas ainda a tentar apalpar terrno no outro dia, liga-me e a terminar a chamada chama-me "querido". Deixei passar e, mal a encontrei à minha beira, pus a minha cara de mau (ou seja, a minha cara normal) e disse:

" - Agradecia que não me chamasses querido se faz favor..."

A rapariga já ia meia dúzia de passos à frente, meio chocada com a brutalidade do pedido quando eu mando grande berro e lhe digo:

" - Para ti é SENHOR QUERIDO...."

Para essa gente saber quem é que manda aqui.

O Rapaz Do Quiosque

Dizem as leis da atração/vida/necessidade (não me perguntem onde é que li isto) que, só reparamos em certas coisas quando precisamos delas. Por exemplo, podem passar todos os dias pelo mesmo restaurante e nunca reparar no mesmo, até um dia em que tenham fome e parece que estão a ver aquele estabelecimento pela primeira vez na vossa vida.
O mesmo se passa com os homens. Quando vocês têm um homem na vossa vida os outros passam um bocadinho despercebidos. Até ao dia em que ficam com a franga solta outra vez e voilà.

Eu passo por aquele quiosque todos os santos dias. Fica mesmo junto à Estação de São Bento. E já tinha reparado na peça há algum tempo.E volta e meia demorava-me mais um bocadinho a ver se a coisa colava. E cola sim senhor.


Bruto desvio que fiz hoje ao final do dia só para lhe pôr os olhos em cima. À pala disso, quase que tirava o sapato a um transeunte que olhou de esguelha para mim. Provavelmente se estivesse a ver o que eu estava, tirava o sapato e parava a olhar também.
Mas não se deixem enganar. A peça é engraçada por que me lembra o M. Eu e os gordinhos, os gordinhos e eu.
Jovem/Senhor/rapaz, se estiveres a ler isto, por favor, sai mais vezes do teu antro verde e deixa-me tirar-te as medidas. É que hoje não levei régua. No entanto, se me emprestares a tua, tudo se resolve.

Clean Bandit - Symphony [Video]

quinta-feira, 16 de março de 2017

Mais Compras



Planta, Origem Vegetal, Sabor Irresistível


É raríssimo eu comer pão. Mas este senhor está a dois passos de me convencer, de cada vez que passo por um outdoor dele. Mas convém exemplificar que o pão de que falo neste caso é mesmo ele.
E dispensava a manteiga.

terça-feira, 14 de março de 2017

Dizer Ou Não Dizer, Eis A Questão


Se vocês são pessoas como eu, e falam pelos cotovelos (por isso é que temos sempre muita dor de cotovelo, por falar muito), sabem que perdemos tanto por falar como por estarmos calados. E que, em alturas em que poderíamos muito bem não ter dito nada, abrimos a boca e fizemos merda. Pois é.

Em conversações com ESTA ALMA e já um pouco cansado da conversa sobre a sua situação problemática com o ex-namorado, lá lhe disse que teria interesse em conhecê-lo numa altura em que tudo isto estivesse para trás das costas, visto acreditar que havia muito mais coisas nele do que apenas um ex-namorado psicopata.

"... estás a tentar dizer-me que tens um sentimento afectivo por mim?"

Por que é que, para algumas pessoas tudo se resume ao 8 ou 80? Claro que, para que uma pessoa diga que quer conhecer melhor uma outra, há ali algum interesse. Mas daí a dizer que o interesse vai para além disso, vai um bocadinho. E eu poderia efectivamente dizer que esse bocadinho estava lá. Mas não estava.

E provavelmente alguém se ofendeu por saber disso.
Da próxima vez não digo nada. Pronto.

Pia Mia - Touch [Video]

domingo, 12 de março de 2017

Agorafobia

De entre as muitas coisas em que acredito vir a decepcionar os meus pais, encontra-se, muito certamente,  a possibilidade cada vez mais certa de vir a precisar de tomar uns calmantes a ver se dias como hoje não se repetem. Agorafobia diz-vos alguma coisa? Sabem o que é? Google it.
Não sei quantas pessoas são necessárias para levar alguém aos arames mas a mim, basta-me uma ou duas. Ter um mirone atrás de mim, horas a fio a falar, enquanto se lhe juntavam mais uns quantos, fez com que, a meio da manhã eu deixasse o C sozinho e fosse sentar-me na cave a ver se me passava a neura.
E à tarde foi outra dose.


Podia-me dar para pior. E se calhar vai dar. Mas não agora.

O Rapaz Do Trigo Que É Um Pão #8

#7 AQUI.

O meu menino fez anos hoje. 26. Tadinho. Tão novo e tão bom. Quando soube fui logo "parabeniza-lo" e deitar achas na fogueira a ver se colava:

" - Olha, a festa é tua mas quem dá o ânus sou eu..."


Eu sei, estou a roçar os laivos do desespero. Eu sei. Já ninguém me consegue aturar nos bilhetes.

Quando Me Insultam A Roupa E Gosto Musical

Ando eu a levar a minha t-shirt de Arch Enemy para o trabalho, para ouvir atrocidades como a da estagiária que se virou para mim e perguntou:

" - Eu já tinha reparado que tens um estilo todo rockeiro, gostas de Bring Me The Horizon?"


Sério filha? Sério que foste comparar Arch Enemy com essa coisa? Por que não comparas o Hugh Jackman com o Willie Wonka?

sábado, 11 de março de 2017

Julia Michaels - Issues [Video]

Chamando O Boi Pelo Nome

Não adianta tentar encontrar caras novas em sítios diferentes. Posso correr vinte redes de engate que acabo por esbarrar sempre em meia dúzia de conhecidos. Ou desconhecidos que me conhecem e que não faço a mais pálida ideia de quem são.
Desconhecidos esses que, ao me contactar, me tratam pelo meu nome próprio.

Nada contra o meu nome, é pequenino, não é parolo. Mas é o meu nome. E se não o uso em tais sítios é por que não tenho interesse em fazê-lo.
Além do mais, ser-se abordado por alguém que não se conhece de lado algum e que entra logo a matar com um tal factor biográfico, tira metade do tesão de falar com dita alma.
Andaste a fazer pesquisas a meu respeito? És agente da CIA? Ou só conheces a minha vizinha?
Há uma coisa chamada "privacidade", e é um direito que assiste a toda a gente.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Ensinando A Miudagem

Quando metem um/a estagiário/a à minha beira, depreendo que é para lhe ensinar tudo o que posso e sei fazer no que toca a vendas. E a apreciar a melhor coisa que aquele trabalho tem: as vistas.

Hoje, após mais uma sessão de babanço por um Francês que me volta para trás, sem ter conseguido dar com o local de embarque, lá vou eu, todo solícito leva-lo até meio do caminho. Chegado à base, digo à estagiária, com quem já tinha trabalhado meia dúzia de vezes:

" - Vais aprender que eu só me ausento desta banca por dois motivos: para ir ao escritório comer alguma coisa, ou para levar gajos bons para o barco. Atenção, eu levo qualquer pessoa ao barco, mas principalmente gajos bons."

quinta-feira, 9 de março de 2017

Momento Hilariante

Quando aquela alminha com quem apenas troquei duas de letra, me contacta pelo Whatsapp e, face à minha resposta de não querer falar por não estar nos meus dias, me responde algo do género:

" - Ai não gosto nada de te ver assim..."


Mas aquela alma, alguma vez me viu de outra maneira qualquer? Como dizia o outro senhor, "não havia necessidade...."

Anne-Marie - Ciao Adios [Video]


Versão moderna do clássico do Senhor Cid.

Bebe Rexha - Fuck Fake Friends [Video]

quarta-feira, 8 de março de 2017

Estreando Calçado Novo

Se há coisa que compro especialmente para o trabalho são sapatilhas. Calçado mais horroroso de sempre, mas, para passar horas em pé, são a melhor coisinha. Calhou de comprar umas da Adidas todas em azul claro. E hoje, ao leva-las pela primeira vez, não foram poucas as pessoas a gabarem as ditas cujas (foram tão caras que se ninguém o fizesse, começaria a duvidar do pouco bom gosto que me resta).

Por mais do que uma vez a V me disse, toda contente, à espera do momento em que mas ia pisar:

" - Ainda não te estreei as sapatilhas!"

A sorte dela foi a quantidade de estagiários menores no escritório ter sido, durante todo o dia, maior do que a minha lata para lhe responder com a tirada que já tinha na ponta da língua:

" - E quando eu comprar uns boxers também queres vir cá estrea-los?"

A Amiga Casca De Banana Que Nos Cola Sempre Ao Chão

Existem aqueles receitas de bolos que correm sempre bem. E por correrem sempre bem, uma pessoa volta a fazer os mesmos bolos, com as mesmas receitas. Por que corre bem.
Depois existem aquelas relações em que uma pessoa utiliza uma receita. Dá merda.
Depois volta a usar a mesma receita. Surpreendentemente dá merda outra vez (como se já não se soubesse) e uma pessoa fica surpreendida. Como se a coisa já não cheirasse a queimado a meio do processo.

" - Oh olha que engraçado, deu merda. De todos os sinais que a coisa dava de que ia resultar em merda, eu nunca diria que ia dar merda!" - a repetição torna a coisa mais realista e bem mais humilhante.

É quase como aquela casca de banana que está todos os dias no meio do caminho e na qual uma pessoa escorrega todas as santas manhãs.

" - Obrigada, amanhã a gente vê-se outra vez!"


E quando a receita não resulta, vocês culpam o bolo? Não, ora essa. Culpam o cozinheiro. Quem é o cozinheiro? São vocês. Ora pois. É aí que eu queria chegar.

Lucy Spraggan - Modern Day Frankenstein [Video]


"You are the queen of Halloween
I prefer nightmares over dreams"

segunda-feira, 6 de março de 2017

O Encontro Mais Embaraçoso De Sempre

PS: Para evitar confusões com outra alminha cujo nome também começava por M, vamos tratar este senhor por B. B de boxmaster, em honra do Boxmaster que comi no KFC enquanto não o consigo comer a ele.

O mau destas eras tecnológicas é que, se compararmos os homens a uma encomenda,  assim como os produtos que encomendámos online, também os homens que vemos online já nos mostraram tudo que têm para oferecer. Ou quase tudo.


Estão a ver aqueles cafés onde vocês pedem um bolinho e vos trazem um grande naco de açúcar e calorias? Tirem as calorias, exagerem no açúcar e em vez de bolinho, digam "grande pedaço de homem" . Pronto, é isso. Claro que, do alto da minha estupidez só consegui dizer:


99% dos homens com quem saio e a quem digo piadas, das duas uma:
1) Não entendem as piadas e pensam que eu sou retardado.
2) Entendem as piadas e vão na onda.

Sabem aquela cara que grita "desespero" ? Deve ter sido essa a cara que eu fiz quando ele me perguntou:

" - O que queres comer?"

A minha boca disse:
" - KFC..."

A minha mente disse:


Aqueles cinco segundos de demora para responder que levam a que percebam, imediatamente a resposta e olhem para nós  com aquela cara de:

" - Eu sei que querias.... You slut..."


Vocês, assim como eu, caros leitores, sofrem do síndrome "fotos para documentos saem sempre mal"? Vejam o cartão de funcionário dele. Aquilo só não foi pintado pelo Miguel Angelo por que se assim fosse, ele estaria com a pila de fora, o que, para minha infelicidade, não estava. Mas eu garanto-vos que o Miguel Angelo se teria consolado a pintar a pila dele. Palavra de quem vos escreve e que não vos mente.


Seria de esperar que, depois de encher o bandulho as calças me ficassem mais justas. Mas não, alargaram que foi uma coisa louca. Comigo não.
Vocês sabem que são peritos a escolher roupa para ir ao engate, quando, dos quinhentos pares de calças que têm no guarda-fatos, vão escolher logo um que vos cai pelas pernas abaixo se o usam sem cinto. Por que não querem parecer o pau de virar-tripas que realmente são. E fodem-se.


Este foi o momento escolhido pelos meus genitais para dizerem:

" - Vamos gritar a plenos pulmões o quão contente estás por estares a pensar que vais levar no pacote deste gajo que está ao teu lado"

Minha gente, não sei por quantas pessoas passei por aquele NorteShopping, mas aquelas que me viram de frente, tiveram, se olharam com a devida atenção, um vislumbre da tenda do Circo Chen. Eu só quero agradecer ao meu casaco comprido por me ter poupado metade do embaraço de esconder aquilo em pleno centro comercial, mas, mesmo assim, acho que o meu andar de lado e com as mãos nos bolsos, deixou transparecer que alguma coisa não estava bem dentro daquelas calças.
Nunca mais lá ponho os pés.

A menos que ele me convide outra vez. Mas desta vez irei com cinto.
Ou talvez sem cinto. Because, u know.

Mais Compras


Não vou dizer quanto gastei nesta porra,tenho vergonha.

Ariana Grande & John Legend - Beauty And The Beast [Video]



sexta-feira, 3 de março de 2017

Quando O Emprego De Alguém Depende De Nós

Quem começa, tem de começar por algum lado. E começar-se num local onde, as rotinas são sempre as mesmas, as frases já estão estudadas, e tudo está decorado, pode ser ingrato (é-o deveras).
Já perdi a conta aos estagiários que me passaram pelas mãos, uns mais empenhados, outros sem empenho algum. Apenas dois ficaram a trabalhar depois de terminarem o referido estágio.
Hoje colocaram-me um caso diferente. Não era uma estagiária. Era alguém que, assim como eu lá estive há alguns anos, foi à experiência, e, se se saísse bem, lá ficaria a trabalhar.

A meio da tarde fui chamado para dizer de minha justiça.

O que dizer de alguém que está a começar, que não tem rasgo no dia-a-dia tão batido para alguém que já lá anda há anos? Fiz ênfase à vontade da pessoa em questão de aprender, e do esforço que estava a demonstrar. Disseram-me que assim o tinham notado e que contavam com a minha opinião para tomarem uma decisão definitiva. A ficar, provavelmente irá trabalhar muitos mais dias comigo, dias esses em que espero (e acredito) que melhore.

Muitas vezes se diz que aquele emprego é uma escola. E é mesmo, para mim também o foi, independentemente dos estudos universitários que tinha, que mais ninguém ali possuía.

E lembrei-me da oportunidade que me deram, dos meses que passei desempregado em casa e da vontade que tinha para trabalhar. E vi um pouco de mim naquela moça. E disse que sim, para ela ficar.

Meghan Trainor - I'm A Lady [Video]


Por muito que eu não queira admitir que gosto da moça, esta música é catchy para caraças.

Colton Dixon - All That Matters [Video]

quarta-feira, 1 de março de 2017

Desabafo Larilas

Quando aquela cliente Inglesa com quem já tinha falado, surge a correr na minha direcção para apanhar o último cruzeiro, só me sai isto:

" - I just wish guys ran to me like you do..."


Recorde De Visualizações

Fevereiro foi o mês de recorde de visualizações do blogue ao cabo de (quase) 8 anos, com mais de cinco mil visitantes.
Queria agradecer a vocês, leitores, e a meia dúzia de homens que tornaram tudo isto possível.