quarta-feira, 19 de julho de 2017

Demi Lovato - Sorry Not Sorry [Video]



O Livro Soporífero


Este livro tem sido a prova viva de que é muito arriscado comprar-se um livro de um autor que se nos é desconhecido e de que, por muito que um plot nos possa parecer apelativo há mil e uma maneiras de a coisa falhar.

Os capítulos deste negócio são enormes e a narrativa (do meu ponto de vista) tão demorada que, agora, quando quero dormir uma sesta durante a tarde já sei o que tenho de fazer: pegar no livro, ler duas ou três páginas, colocá-lo de lado e dormir. Por que é o bastante para me vir o sono.

Como livro, não recomendo. Mas enquanto soporífero, dou nota dez!



Cena De Cíumes Desnecessária

Lembram-se do M? Claro que se lembram, ele é tão grande (no bom sentido) que é difícil uma pessoa esquecer-se daquilo tudo assim de uma assentada. Calhou, trocar umas mensagens menos próprias com ele esta semana. Ontem, estando eu de folga, sou acordado por dois sons que, combinados eram piores do que a voz da Amanda Seyfried nos "Les Mis": os meus pais a abrir e a fechar portas e o toque de recepção de mensagem. Vou a ver, era uma mensagem do M (já não me perguntem o assunto, não sei se era porco ou não, acho que agora já não importa) à qual eu respondo com:

" - Vocês hoje acordaram todos com as galinhas..."

Não me lembrei de que ele, não dotado da minha inteligência (ou estupidez) não iria saber quem eram os constituintes do pronome. Sendo assim, foi com admiração que vi a sua resposta:

" - Vocês? Mandas a mesma mensagem a vários gajos?"

De entre os meus muitos defeitos, não se encontra a preguiça de enviar a mesma mensagem a vários indivíduos de forma a poupar tempo. Até porque, se tiver apenas um interessado em mim eu já me dou por contente e já nem tenho cabeça para mais (mesmo tendo uma cabeçorra grande que Deus me livre).
No entanto, se o rapaz não quer comer a fruta, não pode pensar que sou ananás em calda com validade até 2025. Alguém tem de comer, senão estraga. E se não for ele, alguém será.

Foi uma cena de ciumes desnecessária.

domingo, 16 de julho de 2017

Facebook A Sugerir "Amizades"

Recorrendo a contactos que deixariam a CIA na lama, o Facebook conseguiu desenterrar um gajo com quem saí há anos, que a única coisa que fez foi levar-me a uma loja de suplementos alimentares.
Quanta alegria ao relembrar tal alma!


Dúvida Existencial

Estão a ver aquele botãozinho logo abaixo do semáforo que, supostamente, faz a luz passar a verde?
Aquilo funciona mesmo ou existe apenas para nos dar uma falsa sensação de poder?



sexta-feira, 14 de julho de 2017

Galar Gente No Autocarro

Nunca gostei de apanhar autocarros. Apanha-se todo o tipo de pessoas. Pessoas más. Pessoas boas. E pessoas boas que fazem coisas más. Como aquele senhor que eu ia a galar dentro do 502 quase desde o início da viagem junto ao Castelo do Queijo. Nisto entra meia dúzia de miúdos com uma professora e eu lá consigo matar a fome sem dar muito nas vistas, acreditando veemente que ele estava sozinho-

Foi só o tempo de os miúdos saírem e, poucas paragens depois saiu ele. Com a namorada.


Uma Tarde No Sealife


Nunca fui criança de ligar muito aos peixes, mesmo tendo levado com muitos baldes de água fria desde cedo. Por isso esta ida ao Sea Life foi mais pela minha irmã do que outra coisa.
Já me tinham dito que, comparativamente a outros parques do género, o Sealife de Matosinhos era pequeno, mas era bem maior do que aquilo que esperava.
Mas, por muito grande que seja, não conseguiram albergar nele um tubarão a sério. Apenas pequeninos. Irão ficar aquém das vossas expectativas, acreditem.
Lembram-se de "À Procura de Nemo" ? Há quantos anos estreou? Qualquer que seja a resposta, podem acreditar que grande parte do merchandise e um ou outro aquário foram feitos para aqueles que viram aquele filme até à exaustão.


O facto de não se poder utilizar flash para tirar fotos aos peixes (e estando as salas num estado de semi-obscuridade) torna muito difícil a captura de boas fotos (ainda para mais se forem tão maus fotógrafos quamto eu!).


Sem ofensa para os bichinhos, mas há alguns que uma pessoa tem de se rir mesmo que não queira. A Mãe Natureza consegue ser muito mazinha por vezes.

Becky G - Mayores [Video]



Como eu entendo a Becky G...

quarta-feira, 12 de julho de 2017

8º Aniversário Do Blogue


Oito. A minha vida anda feita num oito. E o blogue faz oito anos. Como diz a Margarida, "não há coincidências".

Agradeço que continuem a  cá vir para ler/rir/chorar/criticar a parvoeira que é a minha vida.

Parafraseando as faturas que insistimos em guardar na carteira,

" Agradecemos a sua preferência. Obrigado e volte sempre"

terça-feira, 11 de julho de 2017

Jennifer Lopez - Ni Tú Ni Yo [Video]

Jogando Yu-Gi-Oh! Legacy Of The Duelist


Juntamente com Pokémon, Yu-Gi-Oh sempre foi uma tara minha. Não fui daqueles que andava com os baralhos de cartas a jogar pela rua fora, mas adorava os desenhos animados e delirei quando um primo meu me conseguiu o emulador da velhinha PS1 para que eu pudesse jogar o título que tinham lançado para a dita naquela altura.

Vários anos volvidos e estando eu com um conjunto de quatro dias de folga pela frente, ao procurar por algo para fazer, reparo que este título tinha sido lançado na loja da Steam. Meia dúzia de € por horas de diversão? Até eu que sou agarrado vejo que compensa.

Do pouco que joguei, a mecânica de combates permanece praticamente a mesma, sendo que podemos seguir as histórias das várias temporadas da série (que a SIC muito infelizmente não se preocupou em transmitir).

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Dear Mr. Postman

Ao que parece os CTT aqui da zona, ao invés de empregarem o carteiro de sempre, decidiram passar o trabalho para uma empresa externa. E agora aqui a Parvónia tem correspondência uma vez por semana. Não estamos nós a caminhar para a modernidade?


Choque De Gerações E Pokémons

Eu e a minha irmã, embora tenhamos onze anos de diferença entre nós, somos bastante chegados. Como está de férias de Verão e, sabendo eu a pasmaceira que é estar em casa sem nada para fazer, lá lhe disse:

" - Se quiseres podes jogar com a minha Nintendo 3DS, eu não me importo..."

Ao que ela, após ver todos os títulos que tenho me diz algo do género:

" - Pokémon, eu nunca percebi muito bem do que é que isso trata, nem percebo qual é o objectivo do jogo..."


Sei que a febre dos bichinhos não atingiu toda a gente, mas lembro-me de, na primária, nos juntarmos todos e comprarmos um caderno onde fazíamos quadrículas para colar os cromos que vinham nas chicleta. Lembro-me de trocar Pokémons por cabo com um amigo que vivia a dois passos de casa, ele no seu Game Boy Color e eu com o meu Game Boy a preto e branco.
Lembro-me de ter ido ao cinema com os meus pais ver o primeiro filme do franchise (sobre o Mewto) e de o Senhor meu pai ter adormecido e só ter acordado quase no final. Ainda hoje é o dia que ele fala que só ouvia os bichinhos a dizerem "pikachuuuuuuuuuuuu" (que é o único Pokémon que os leigos conhecem).

Não insisti muito com a minha irmã. Acho que esta é uma daquelas obsessões estúpidas que, por muito que tente justificar, nunca conseguirei.

Como Armar A Tenda Em Público #2

#1 AQUI.

Só para dizer que desta vez o meu Gaydar não se enganou e, hoje de manhã tinha uma mensagem dele a perguntar se era mesmo eu com quem ele tinha falado. Sim filho era eu. E se tu não estivesses sozinho teríamos sido muito felizes juntos. Depois de eu largar o trabalho claro.


domingo, 9 de julho de 2017

Como Armar A Tenda Em Público

Há clientes por quem uma pessoa move mundos e fundos e agradecem a contra-gosto. Outros, por uma informaçãozinha de nada quase que nos erguem um altar. 
Hoje, apanho dois homens, um novinho e outro mais velho. Confesso que não percebi se eram filho e pai ou se o segundo andava a papar o primeiro. Mas tirei logo a pinta ao primeiro e achei-o mais engraçado do que aquelas piadas secas que partilho no Facebook.
Depois de me ter desviado da minha banquinha para lhe dar uma informação qualquer, o rapaz passa-me a mão pelo braço e pronto.

Volto eu para trás, viro-me para a E e digo, a amaldiçoar o panteão dos Deuses Gregos todos:

" - Havia necessidade de me deixar de pau feito? Não, não havia..."

Nomes Do Demónio

Tão acostumados estámos a tratar as pessoas à nossa volta pelo primeiro nome que, poucas vezes nos lembrámos que o ser que temos à nossa frente pode esconder um segredo tenebroso. Como um segundo nome!
Há dias, por mero acaso descobri o segundo nome de uma colega de trabalho e, fiz uma mini promessa (pequenina):

" - Nunca mais lhe vou dar tanga... Os pais já lhe deram que chegue..."


Pais, se vocês não gostam dos vossos filhos não precisam de lhes dar mais um fardo, como um nome horrível...

Atestado De Maluco

Já há tempos aqui escrevi sobre a aquisição de métodos de trabalho e sobre o quão acostumados a trabalhar de determinada maneira, independentemente do benefício ou prejuízo que daí se retira.
Hoje, ao trabalhar pela primeira vez com a E, por mais de uma vez, ao perguntar-me a utilidade de certo método por mim adoptado, ela fazia cara de quem comeu e não gostou. Ao fim da enésima expressão do género da sua parte, tive de falar ou a bolhinha que tinha na garganta rebentava:

" - OBLÁ (mesmo à Porto, para ser mais dramático), por que é que, sempre que te explico alguma coisa, olhas para mim como se eu tivesse fugido do Magalhães Lemos?"


Incentivo Ao Masoquismo

Chegando à minha banquinha depois de terem sido atendidos por uma colega, dizem-me dois espanhóis:

" - A sua colega foi muito antipática, merecia levar umas palmadas..."

Ao que eu, que já comi muita dessa fruta, disse de minha justiça:

" - O problema é se ela gosta..."

Rimos muito os três.

sábado, 8 de julho de 2017

Puta De Rua

Alguém, algures, acordou com muita vontade de brincar hoje de manhã. E, à falta de alguém a quem chatear, veio chatear-me a mim.
Face à minha reserva quanto a arranjar um sítio para a brincadeira, diz-me aquela alma eloquente:

" - Temos sempre a rua..."

Ao que eu respondi:

" - Quem fode na rua é puta..."


Eu sei que o meu historial me coloca facilmente no meio desse grupo mas ele não precisa de saber né?

Delícia Do Rio

Ontem ao almoçar reparei que a M trazia delícias do mar. E, lembrando-me do P, aquele marinheiro a quem as calças da empresa fazem um cu que merecia ser elevado a Património da Humanidade (e que de cara nem é feio), lá soltei o suspiro apaneleirado do costume:

" - Tu aqui com as delícias do mar, eu chego lá baixo e tenho o P, que é uma delícia do rio..."

E ainda não saciei a fome de nenhuma das duas :(

Mostra Dos Equipamentos Do FCP

Quando abandonei a Ribeira ainda não tinham começado o desfile com os ditos equipamentos. Mas aqueles cartazes azuis com rebordo amarelo com as palavras "Jogos Sem Fronteiras" eram feios que doíam. Aquela mistura de azul e amarelo fazia lembrar o equipamento do Gondomar FC. Plus, aquilo parecia, igualmente, o logótipo do "Somos Portugal", ou seja, super "In".

Só não esocrreguei no azeite por que tinha calçado antiderrapante. 


sexta-feira, 7 de julho de 2017

Shit Tourists Say #4

Quando vêem à minha banquinha perguntar onde podem comprar erva. E sim, isto aconteceu hoje, e não foi a primeira vez.

Turistas, ninguém, em lado algum, vos vai responder a essa pergunta sem se rir na vossa cara. Por que é a mesma coisa que ir a uma igreja perguntar onde podem comprar preservativos. Ou livros com rituais satânicos.

As pessoas chegam ao Porto e pensam que, por sermos todos simpáticos isso quer dizer que andámos constantemente pedrados. Às vezes ajudava. Mas acreditem eu não sei onde se vende a melhor erva (nem a pior). Se soubesse andava mais bem disposto. E ao invés de vender cruzeiros vendia viagens na nuvem mágica do Son Goku.


Dua Lipa - New Rules [Video]



Bea Miller - Buy Me Diamonds [Video]

Exit Eden - Unfaithful [Video]


Novo projecto da Amanda Sommerville. Desta vez a senhora decidiu poupar-se ao esforço de criar coisas más, e optou por pegar em coisas já existentes e torná-las más. Como esta música da Rihanna.


quinta-feira, 6 de julho de 2017

Uma Tarde No World Of Discoveries



A dois passos do meu trabalho e nunca lá tinha posto os pés. Aproveitei uma folga e fui com a minha irmã.
Confesso que esperava mais. A ideia "interactiva" do museu perde-se quando os textos que são dados a ler aos visitantes são tão grandes que, a menos que visitem o edifício num dia de pouca afluência, ninguém vai esperar que vocês leiam aquilo tudo. Logo na primeira sala é dada a possibilidade aos visitantes de verem diferentes versões do Globo Terrestre ao longo dos séculos. Ou ao longo dos poucos minutos que alguém consegue perder a (tentar) fazer virar aquelas coisas, quase sem reacção ao toque.
Os guias de cada sala estão lá somente para dar algum apoio a quem dele precise. Mas, acreditem, das duas perguntas que fiz, nenhuma obteve resposta. 
A visita termina numa viagem de barco ao longo da qual podem ouvir um audio.guia através de um sistema de headphones cedido pelo museu. Sistema esse que no meu assento não funcionou, tendo eu de ouvir através dos headphones da minha irmã. Plus, uma pequena parte desta viagem de barco atravessa uma estufa e, a menos que levem pouca roupa, convém tirarem toda aquela que tenham em excesso, visto o calor ser quase insuportável enquanto se atravessa tal parte.


À pala deste ratinho a guia da sala e a minha irmã riram a bom rir quando eu, pedindo para me deitar numa das camaratas  me deparei com ele e quase soltei aquele grito macho que vocês sabem.

Mas vamos ao ponto alto da visita (pelo menos 1,80 ele devia ter): o porteiro do barco.

Caso nunca tenham vindo ao World Of Discoveries posso desde já dizer-vos que a maioria dos homens anda de collants. E que são podres de bons. E que, quando o senhor, face o medo da minha irmã, a ajudou a entrar para dentro do barco ofereceu a sua ajuda à minha pessoa, tive de activar o modo macho e declinar. Enquanto chorava por dentro.


Senhor barqueiro, se estiver a ler isto, é só para lhe dizer que para além de ser bom todos os dias, os collants lhe ficam a matar. E que eu trabalho na Ribeira caso queira vir fazer um passeio de barco. Ou dar uma voltinha, nem que seja em terra.

Kesha - Praying [Video]


NOTA: Para aqueles de vós que não gostam de monólogos musicais, passem directamente para o minuto 1:00.

Fazendo o meu scroll diário pelo Facebook a caminho de casa ia lendo os comentários positivos sobre o novo single da Kesha e não via um único negativo, nem sequer no site PopJustice, onde eles são tão maus com toda a gente que até me fazem parecer boa pessoa.

Esta música é basicamente aquilo que a Lady GaGa quis fazer com "Million Reasons" mas não conseguiu. E uma prova de que a senhora que se queixa (trocadilho foleiro, eu sei), até tem uma vozinha.
Ou vozeirão. 

4:20

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Como Angariar Estudantes Na Universidade Do Minho


Deus me livre e guarde de voltar a queimar as (poucas) pestanas que me restam. No entanto alguém, algures, falou o que toda a pessoa com bom gosto deve ter pensado quando viu este menino a dar uma de aluno exemplar:



PS: Rapazinho do cartaz, se estiveres a ler isto, por favor elucida-nos!

terça-feira, 4 de julho de 2017

Pessoa Na Cama


Hoje à noite eu e o Pessoa vamos fazer coisas marotas na cama. Inventar mais heterónimos ou assim...

Pablo Alborán E Verão



Enquanto o quarto álbum do senhor não dá à costa, ele faz o (des)favor de partilhar aperitivos no Facebook. O Verão foi feito para estas coisas.

O Tradutor Miserável

Já tenho o livro em casa faz tempo. Ainda não o li por que o tamanho assusta qualquer um. Isso e ter reparado que o tradutor se lembrou de traduzir os nomes das personagens.
Assim sendo a história que eu tenho cá em casa fala do João Valjean e da Coseta. No kidding, fala mesmo.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Shit Tourists Say #3

Quando os tugas saem à rua em debandada no típico Domingo de Sol, para não comprarem nada e dizerem que está tudo caro, se debruçam junto ao cartaz e perguntam, mais chocados do que as galinhas que tenho cá em casa:

" - Ai isto antes não era só 10€?"


Gente pobre como eu que por vezes tem de contar os tostões para comprar qualquer coisa, quando vocês vão ao Macdonald's e começam a ver os preços, nunca vos deu para dizer, num tom melodramático-chocado:

" - Eu ainda sou de tempo em que o Happy Meal custava 2,50€" ???

Provavelmente não. E porquê? Por que a subida de preços é uma constante da vida. Assim como a ignorância de certas pessoas.

Quem Nunca?

Colocar um "Gosto" na página de Facebook do Justin Trudeau só por que o homem é jeitoso e não por que o panorama politico-social Canadiano é interessante. Quem nunca?



Coisa De Pobre

Quando vou no passo final para comprar dois bilhetes para o World Of Discoveries (visto serem mais baratinhos qualquer coisa quando comprados online) para mim e para a minha irmã e me lembro de ir ver o saldo do meu Pré-pago. Só para reparar que não posso proceder com a compra por que me faltam, uns míseros, vinte cêntimos...


Alexandra Stan - Boy Oh Boy [Video]

domingo, 2 de julho de 2017

A Cantada Do Teleférico

Vendo fotos publicadas pelo M na esplanada do teleférico de Gaia, tive de meter veneno. E, sabendo eu bem o preço daquela brincadeira, e a vontade que tenho de brincar com ele, lá lhe dei a cutucada:

" - Eu não pagava 8€ para andar no teleférico mas olha que para andar para cima e para baixo contigo eu dava os 8€ de boa vontade..."


sábado, 1 de julho de 2017

Nathan Trent

O Festival já lá vai mas não pensem que eu deixaria escapar a aparição do Nathan Trent!!!


Para além de ter achado a música mesmo "catchy" convém dizer que, se os olhos também comem, o rapaz, à minha pala, já está só osso.




Estas (e outras fotos) estão no Facebook do senhor. Eu deixo aqui o link para não dizerem que sou invejoso. E por que não quero passar fome sozinho.