quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Uma Decisão Precipitada Ou Acertada?

Ok os últimos dias (e os dias antes deles) têm sido tão preenchidos com a presença do M que cheguei a um ponto em que comecei a ponderar a minha pseudo vida amorosa.
Vindo de férias, não faltaria muito para ser contatado pelo J para mais uma sessão de pancadaria. E que desculpa lhe iria eu dar quando o momento chegasse?
Se houve algo que sempre prezei nele foi o seu bom senso e modos racionais e, nesse sentido, ontem falei com ele relativamente à minha vida e ao M.

Eu e o M não temos nada. Mas, a virmos a ter, não será nada comparado com o que tinha com o J. Nunca na vida. E, independentemente de ainda não existir nada, neste processo de descoberta não me sentiria bem comigo mesmo se, procurasse num a doçura e noutro a travessura.
Provavelmente muitos de vós conseguiriam fazer isso sem problemas. Mas, eu não sou multifacetado nesse aspeto.

Não declarei voto de castidade a nenhum dos dois, mas cada vez mais o M me puxa para si e o tratamento do J, nesta altura, não faz mais sentido na minha vida.


Honestamente pensei que o J reagisse mal. Sempre fiz dele a pior pessoa do mundo, quando na verdade deve ter sido um (senão o) melhor homem com quem saí em termos de personalidade.
Não fechamos portas. 
Ele não sabe como ira estar daqui a um mês. Eu tão pouco.


" - Vai-me ser difícil encontrar um cu como o teu..." - dizia-me ele a rir-se.

E a mim ser-me-á difícil encontrar outro rapaz como o M....
Tinha de optar por algum lado.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O Encontro Mais Piroso De Sempre

Eu tinha prometido a mim mesmo que não me voltaria a encontrar com ninguém antes de ir para o trabalho mas o M tinha manifestado interesse em conhecer-me durante o dia de hoje e eu estava mortinho por lhe põr o olho em cima. Ele é o mocinho deste post AQUI.

Ele encetou duas vertentes na minha pseudo vida amorosa que andava mortinho por experimentar, a ver se a coisa dá uma volta:

1) Experimentar sair com alguém mais novo, por que, e sejámos honestos, eu não tenho tido lá muita sorte com os cotas.

2) Sair com um gordinho. Deve ser a metade que me falta, eu sou tão magrinho e acredito naquela coisa da atracção dos opostos. E há gordinhos tão bonitos...


Ele tem 24 aninhos. Eu sempre disse que não estou cá para aturar os filhos dos outros MAS pronto, ele pareceu-me mesmo simpático. Um bocado piroso MAS eu tinha uma fezada muito positiva. O rapaz não desiludiu. Segundo me disse, está a ingressar agora no segundo ano de Arquitectura e eu, visionário que nem Deus, já me estou a ver a arquitectar um futuro para a gente.


Mal o vi, quatro coisas saltaram à vista (e não, uma delas não foi o pau, não sejam porquinhos).

1) O rapaz dá dois de mim. Ok, eu sei que para dar dois de mim não é difícil por que eu sou mesmo magrinho, mas é aquele contraste mesmo acentuado. Parece aquela série, "Buxa e Estica".

2) Os olhos dele parecem fendas de gato. Apesar de usar óculos tal como eu, estava constantemente a deitar-lhe o olho aos olhos.
Dafuq man, onde é que foste buscar esses olhos?

3) Tem uma boca mesmo pequenina. Volta e meia olhava para aquilo e pensava:
" - Será que ele sabe usar aquilo?"

4) Que o peso lhe deve dar uns dois metros a mais. Para alguém que supostamente era mais baixo do que eu, achei até que ele era mais alto. Provavelmente é o meu complexo de inferioridade a manifestar-se.

A maioria dos meus encontros tem zero de romantismo. Este não foi exepção, nem no café (que o filho da mãe nem me deixou pagar-lhe) a coisa acendeu. Eu bem que podia ter-me lembrado de o ajudar a comer a nata à colher mas na altura não me lembrei. Agora é tarde demais.

Fazendo-me companhia até ao meu escritório, ficou na porta o tempo suficiente para ser cumprimentado por meia dúzia de colegas meus.

Chegada a hora de eu ir trabalhar, a eterna dúvida:



" - Vai rolar ou não?"
Claro que não rolou, demos aquele abraço descomprometido....

A DÚVIDA EXISTENCIAL RELATIVAMENTE AO MOCINHO

Eu acho-lhe piada  por ele ser simpático, bonito, ou gordo? Um misto dos três?
Eu não costumo fazer muitas juras. Acho que são escusadas. E muitas vezes revogadas. Mas tinha-lhe prometido que não ia usa-lo somente para satisfazer a minha curiosidade. Que, se tivesse algo com ele, fosse o que fosse, seria por mais do que o cumprir de uma fantasia.

Chegando ao fim do dia de hoje, sinto-me a verdadeira Floribella.

" - Ai mãe, dá-me um sinal..."

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Conheço-Te Do Quinto Dos Caralhos

" - Ah e tal não sei quê, eu conheço-te da escola XPTO, sempre quis falar contigo mas nunca tive coragem..."


Dizerem que me conhecem da escolinha do ciclo dá um tesão louco.
O que não dá um tesão louco é lembrar-me de que, se já sou feio agora, imaginem há uns, hum, doze anos atrás. Há doze anos atrás, para além de feio eu andava mal vestido.
Peço desculpa aos meus pais, mas uma criança que tenha nascido nos anos 90 e que tenha sido vestida pelos pais andou (quase) sempre mal vestida. Agora não ando tão mal vestido.
E acho que não fiquei muito mais feio do que o que já era na altura.

MAS, voltando ao meu (nosso) amigo da escolinha, lá lhe disse eu:

" - Pronto, já falaste, estás a ver não mordi..."

E também não vou morder. Parafraseando o filme da outra atriz de que me falha o nome, "ele não está assim tão interessado"

Não Assustes A Caça

Aquela vontade louca de melgar o moçinho com quem ando a falar e a quem acho imensa piada e que me acha piada a mim, não sabendo que a parte a que ele não deve achar piada é a minha pessoa completa. Controlando o instinto natural de o melgar a todo o momento.


Alyssa Reid - Rollercoaster [Video]

OneRepublic - Kids [Video]

Ellie Goulding - Still Falling For You [Video]

Bea Miller - Yes Girl [Video]

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Ameaça Aqui A Ver Se Eu Deixo

Eu não percebo (e ainda vou morrer sem perceber) o motivo pelo qual as pessoas pensam que eu funciono à base de ameaças. Isto não é o "Coração de Ouro" ou "A Única Mulher", ISTO é a minha vida e na minha vida (ainda) mando eu.

" - Ah e tal sabemos que fulano veio falar contigo mas tu não te cales, tu fala! Se te deram razão a ti, tu fala!" - diziam-me hoje de manhã.

" - Até parece que não me conheces M, como se eu fosse deixar de dizer o que quer que fosse só por que fulano não vai com a minha cara. Se fosse ele que me pagasse o ordenado eu preocupava-me, como não é, estou-me a cagar..."


E Aquelas Pessoas...

... que só vos querem saltar à espinha mas que se põem com um discurso todo bonito cheio de floreados e ficam chateadas por uma pessoa não ter paciência para as tretas de alguém que só está a querer tapar o Sol com a peneira?


Fala sério? Eu aturo luso-franceses por que sou pago para isso. Aturar bixas que se sentem na obrigação de parecem cultas antes de comerem alguém, hum, não.

Grindr


Falo sério gente, tanto buzz por causa daquilo e aquilo é só, hum, aquilo?

Cher Lloyd - Activated [Video]

Alexandra Stan - Boom Pow [Video]

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Martin Garrix - In The Name Of Love [Video]


"If I told you this was only gonna hurt
If I warned you that the fire's gonna burn
Would you walk in? Would you let me do it first?
Do it all in the name of love?"


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A Primeira Revelação À Família

De todas as pessoas da minha família a quem me poderia ter aberto em primeiro lugar, acho que a minha prima foi a pessoa mais acertada para o fazer.
Com familiares espalhados aqui e ali, não tenho uma relação muito próxima com nenhum deles, mas a A é a minha única prima, filha dos meus padrinhos, uma pessoa que conhece bem os meus pais e a realidade que eu poderia (ou não) vir a passar em casa.

Aproveitando a desculpa de dar um passeio ao ar livre enquanto a música fazia as mesas do salão de jantar abanar por todos os lados, quando já estávamos longe o suficiente e a conversa estava morta qb para que o assunto não parecesse propositado (por que não foi) lá lhe contei.

Como 99% das pessoas que já sabiam, também ela ficou admirada e me disse que não fazia ideia, que não parecia nada. Preocupada deu-me a "conversa de mãe", ciente de que provavelmente eu já saberia (e teria feito) tudo vezes e vezes sem conta.

Tendo crescido próxima do Senhor meu pai e conhecendo tanto ele como a Senhora minha mãe o suficiente para saber as suas reacções relativamente a certos assuntos, lá lhe perguntei, não lhe pedindo para ser sincera mas sabendo que ela o seria, doesse ou não, que me dissesse o que me esperaria caso abrisse o jogo cá em casa.

Por que eu sei que a minha visão das coisas pode ser deturpada pelos sentimentos despontados por uma discussão a semana passada, uma briga ontem, uma prenda que me tenha sido dada há um mês, e poderia exagerar as reacções dos meus pais para o bem e para o mal.

O que ela me disse foi aquilo que eu já sabia, mas que soube bem (foi um sentimento agridoce, saber que tinha razão mas que mesmo assim, preferiria estar errado) confirmar com um terceiro:

" - Se queres que te diga, não estou a ver o teu pai a aceitar isso. Eu já o vi a insultar-te à nossa frente e honestamente não sei se ele não chegaria ao ponto de te querer agredir. Quanto à tua mãe, acho que dependeria do dia embora ela fosse muito mais compreensiva do que o teu pai..."

Quanto ao que deveria (ou não) fazer, deu-me a resposta que eu dou a mim mesmo.

Esperar, esperar e hum, esperar até poder dizer isto e outras coisas sem estar a viver debaixo do teto de terceiros.

Resumo Da Lista De Homens Desejáveis Naquele Casamento

Num casamento onde o que não faltava era gente, só um gajo é que se aproveitava. Baixinho e barbudo, ele nem precisava crescer muito, só aquela parte que vocês sabem.
E o filho da mãe andava para trás e para a frente com a namorada por isso nem deu para tentar alguma coisa.


Ninguém merece.

PS: Ainda digo eu que o meu bigode é ridículo, andava lá uma alminha cujo bigode devia ter sido feito com pelinhos que tinham caído na pia do lavatório.

domingo, 21 de agosto de 2016

O Dia Do Casamento

Diz que é hoje que eu vou ao casamento do meu primo.
Vai ser muito giro.


O Senhor meu pai diz que não vai soltar os cães à senhora minha madrinha.
Se o fizer, espero que o faça somente no final do dia, depois de toda a gente ter comido. Inclusive eu.
Por que, e sejamos honestos, eu só estou interessado na comida.


quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Meter Bem Não É Para Todos

Há dias estava a almoçar com a nova mocinha que faz a logística aqui na empresa e lembrei-lhe de lhe falar do Senhor do Inventário e de uma saída sarcástica dele da qual eu gostei muito. Dizia a mocinha:

" - Há pessoas que as sabem meter bem..."

Percebendo a dualidade do que tinha acabado de dizer, e conhecendo-me bem o suficiente para saber que eu ia dizer merda, começou logo a rir-se. Em jeito de resposta lá lhe disse:

" - Olha, para felicidade da mulher dele e para minha própria infelicidade, espero que ele a saiba mesmo meter bem..."


Tenho tantas saudades dele :(

Jogo Da Apanhada

Vendo-me a mexer no telemóvel, pergunta-me a A:

" - Estás a jogar um jogo?"

Por acaso estava no Manhunt. Se formos bem a ver, estava a jogar à apanhada.


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Picadas De Melgas

Tive de comprar uma pomada para as picadas das melgas. A quantidade de picadas que tenho nas pernas é para além de astronómica. Parece que estiveram a jogar batalha naval aqui no Je e tiveram de preencher tudo. Chegaram a sítios onde mais ninguém tinha chegado. Sítios onde não consigo coçar durante o dia, se é que me faço entender.


Um Bocadinho De Dinheiro Nunca Fez Mal A Ninguém

Hoje após o jantar, o Senhor meu pai chama-me à sala e, ciente das despesas que tive durante este mês (a prenda dele, o fato do casamento, os livros da minha irmã, a prenda do casamento) pergunta-me ele:

" - Estás a precisar de dinheiro?"


A resposta verdadeira, verdadeirinha, é que não preciso de dinheiro. O meu ordenado de Julho já deve ter ido (quase) todo MAS tirando isso, estou bem, sou poupadinho.
Deve ter sido a primeira vez que disse "NÃO" a uma oferta monetária.



Mostra-me O Rabinho

Hoje de manhã acordei para desatar a rir ainda antes de ir trabalhar.

Contatado por um senhor que nem se dignava a mostrar a cara, perguntava-me ele:

" - Não tens nenhuma foto do rabinho?"

Eu podia ter respondido simplesmente "sim" ou "não" ou poderia tê-lo mandado abaixo de Braga mas tinha acordado bem disposto e decidi seguir a brincadeira:

" - Por acaso até tenho, e tu, tens alguma da carinha?"



Nunca mais me disse nada.

Os Amigos Da A #2

#1 AQUI.

Eu não sei de onde é que ela foi desencantar as fotos que me mostrou ontem de um dos meninos.
Mas deu uma vontade louca de conhecer o rapaz que nem vos passa pela cabeça.
O pior de o moço ser bom é o fato de ele saber que é bom. E de eu saber que sou mau. Ele é fotos em boxers, fotos com mangueiras, aquilo é areia de mais até para um camião TIR.
Mas eu (ainda) acredito nessa coisa da "atração dos opostos".

Quase que fui de tenda armada para casa.


Pixie Lott - A Real Good Thing [Video]

domingo, 14 de agosto de 2016

Loiro Burro #3

#2 AQUI.

Indo cortar o cabelo para o casamento e já com a minha fronte loira aqui e ali, lá pedi, sem esperanças, à cabeleireira:

" - Podes fazer alguma coisa em relação a isto?"



" - Não, mas deixa estar, é chique."


Chique? Pareço um guna das barracas com esta porcaria toda loira.

Quando És Assombrado Pelas Despesas Do Passado

Sabem aqueles produtos que têm aqueles autocolantes com o preço, que uma pessoa não tira na altura da compra e que, passados anos e anos, se lembra e vai ver quanto é que gastou?
Aconteceu-me isso hoje.
Eu tenho livros cá em casa que comprei, devia andar no 10ª ano, e hoje lembrei-me de ir tirar as ditas etiquetas.
Como na altura não ganhava um chavo, custa-me lembrar onde é que fui buscar o graveto para comprar os ditos cujos.
Mas escusado será dizer que, mesmo na altura, eu gastava o que tinha e o que não tinha em livros.


Folga Inesperada

Ontem ao final da tarde diz-me a minha patroa:

" - Estás de folga amanhã..."



O que eu acho é que, a mulher não se lembrou que eu tinha pedido o próximo Domingo para ir ao casamento do meu primo. E devo ter acertado, por que ao relembrar-lhe tal fato ela fez cara de quem devia estar a pensar:


Não sei de nada. Eu já comprei o meu fatinho. E um lencinho para colocar no bolso. E sapatos. E vou comprar um cinto. Gastei tanto dinheiro que vou àquele casamento nem que tenha de fingir a real caganeirada.

Depois De Tantas Idas À Farmácia

Vou tantas vezes à mesma farmácia (sim gente, à farmácia onde trabalha aquele farmacêutico do pecado) que até me fazem descontos em produtos que não estão em promoção. Esta semana fui lá comprar uns adesivos para os meus óculos de sol (por que, e acreditem ou não, eu tenho as minhas ricas orelhas em ferida por causa dos ditos, só por que hum, sou burro) e diz-me a farmacêutica:

" - Este produto custa x mas como você é cliente habitual vou aplicar-lhe o desconto x...."


Claro que agradeci à senhora mas fiquei sem perceber se o fato de ir muitas vezes à farmácia é bom ou mau...

sábado, 13 de agosto de 2016

"Jantarada da Primária"

Mais um convite que "gentilmente" declinei, embora me tenham (re)lembrado do mesmo umas quantas vezes no Facebook.


Não me interpretem mal. Eu não tenho nada contra os meus amiguinhos da primária.
Mas esta ideia de "encontrar oficialmente" pessoas que vivem a dois passos da minha casa mas que nunca me visitam, que se encontram nas ferias e não me convidam, que passam anos sem dar cavaco a ninguém, não é para mim.

É mais um daqueles eventos "para inglês ver".


Lucy Spraggan - Dear You [Video]

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Aquela Critica Desesperada

Ao ver-me estendido em cima da cama, em camisa, diz a Senhora minha mãe, mais para si do que para mim:

" - Ai filho, pareces um esqueleto...."



Não havia necessidade.

Sabrina Carpenter - On Purpose [Video]

Carlos Costa - Tequila [Video]




Problemas No Travesseiro

À pala do trabalho já chego a ter problemas em casa. Chegando ao escritório depois de uma noite em que o Senhor meu pai me deixou a falar sozinho depois de não ter gostado do que estava a ouvir, pergunta-me a M, interessada em saber, mas sem qualquer interesse em resolver:

" - Por que é que estás com essa cara?"
" - Problemas em casa..." - ai de mim dizer que era por causa do trabalho, a mulher não me largaria até saber tudo.
" - Problemas de casa mete-os debaixo do travesseiro." - disse-me isto com a real bitch face.


Hum, e se depois te espetasse com o travesseiro nas trombas?

Não Preciso De Folgas, Anyway #2

#1 AQUI.

Acreditem ou não, sobrevivi a uma semana de sete dias de trabalho. Viva eu.
Todo contente por ir para casa ao fim do dia, ainda me dizem:

" - Que sortudo, vai ter uma folga!"

Bitch u wanna die? Eu passo tanto tempo naquela banca que já devo vir nos guias turísticos!

" - E à vossa direita encontra-se o Logan, um vendedor de bilhetes que AINDA não foi preso por assédio, mas que provavelmente o irá ser ainda antes do fim do ano."


Só não disse o que me ia na alma por que o meu patrão dá dois de mim. Ou três. Melhor não arriscar.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Saudades Do Senhor Do Inventário

Lembram-se dele?


Bateu cá dentro uma saudade que nem vos passa pela cabeça. O homem era a grocisse em forma de gente. E era tão calminho que só apetecia fazer coisas nada calminhas com ele (ou a ele).
Falando com a M hoje ao final do dia dizia-lhe:

" - Bateu cá uma saudade do Z, ele tinha uns olhos verdes tão bonitos..."
" - Olha eu trabalhei muitos anos com ele e nunca reparei que ele tinha olhos verdes, estavas mesmo apanhado..."



Parou para falar, para depois, dizer:

" - Ele não comia carne de porco..."


Eu ainda sou um leitãozinho comparado com muito boa gente! De porco, hum, de porco só a mente mesmo...



A Tulipa Da Holanda

Nas nossas máquinas, há já algum tempo que temos a possibilidade de colocar a nacionalidade das pessoas que atendemos. Não é uma obrigação, mas eu gosto de perguntar. É um ótimo quebra-gelo.
E hoje foi um daqueles dias em que, quebrava gelo, quebrava tudo.

Depois de falar com aquele turista pela segunda vez, e achando que, comparado a ele, os My Little Pony de fofosnão têm nada, lá lhe perguntei de onde é que ele ra.

" - Sou da Holanda, mas por que é que queres saber de onde é que eu sou?"


Ah dah, para te ir fazer uma visita. E para ir à colheita da tulipa.

Karmin - Blame It On My Heart [Video]

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Um Resumo Do Meu "Estado" Actual #3

Já tirei os pontos!


E já consigo comer sem aquilo parecer uma sessão de tortura digna da idade média :)
Em suma, estou pronto para outra. Ou não.
Estou pronto para outra foda. Não estou pronto é para bater de queixos no chão outra vez!

sábado, 6 de agosto de 2016

O Que Procuras Tu, Rapaz?

" - Procuras um gajo para te apaixonares, estás no teu direito." - dizia-me o J há dias via Skype.


Esta tipo de afirmação levou-me a questionar duas coisas, ou melhor, a constatar uma e a questionar outra:

1) Há quanto tempo é que não me encontro/falo com alguém que acredite, sinceramente, ser uma pessoa por quem me "apaixonaria" ? (Ainda) não me tornei naquele tipo de pessoa que prometi a mim mesmo que não me tornaria, naquele tipo de homem que só vive para foder (e ser fodido) usando e sendo usado aqui e ali.
Contato pessoas que, parafraseando a Dona Helena dos apanhados, "são aquilo que eu vejo e gosto", até por que, 99% das apresentaçãos que são feitas tresandam a banalidade que dói.

2) Recentes experiências levam-me a questionar se conseguirei levar avante uma relação em que não é preciso me baterem para eu me calar. 
Não sei se, pelo menos de momento, conseguiria estar com alguém que não me partisse a tromba (sem chegar ao ponto de me mandar para o hospital né?)

Sou uma criança muito confusa.

Sam Bailey - Sing My Heart Out [Video]



Alex & Sierra - Toxic [Video]

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Comprando Livros Escolares

A minha irmã transitou para o décimo ano, escolheu a área de Ciências, e hoje fui com ela comprar os manuais escolares.

Quando comecei este blogue encontrava-me já na Universidade, portanto o meu percurso escolar deve ser desconhecido para muito de vós; em 2015 ao invés de seguir o secundário via ensino regular, optei por um curso técnico profissional. Tendo-me inscrito em Comunicação, acabei por ingressar em Comunicação/Edição Gráfica, com uma vertente mais gráfica do que propriamente comunicativa.
Pagava uma mensalidade mas não tinha manuais. Tinha as chamadas "sebentas" que eram dadas no inicio de cada módulo, tendo as mesmas de ser pagas apenas quando pedidas uma segunda vez.
Assim sendo, e ignorando a dita mensalidade, a verdade é que os meus pais nunca mais tiveram a preocupação de comprar manuais escolares para mim.
No entanto já sabiam o quanto iriam gastar ao comprarem os manuais para a minha irmã.
Arregalei os meus cinco olhinhos quando a funcionária da Bertrand me disse o total dos livros todos.

Eu posso não ganhar muito bem, mas também não tenho grandes gastos. E, tendo pago os livros do meu bolso, eu é que sei quando quero voltar a tê-lo lá dentro.

Mais Compras


Por que os livros do C.S. Lewis não são apenas para crianças.

O Fato Do Casamento [Foto]


Não me perguntem quanto é que gastei no dito fato. Não me perguntem quanto é que gastei nos sapatos (que não aparecem na foto). Não me perguntem no que é que eles vão ajudar à minha auto-estima. Mas acho que fico muito fofo todo azulinho.

PS: Sim, este pau de vassoura sou mesmo eu. Só para esclarecer os que (ainda) pudessem ter dúvidas sobre a minha magreza.

Um Resumo Do Meu "Estado" Actual #2


A coisa até estava a correr bem. 
Fui ao dentista e o dente lascado não era um problema de maior. O senhor nem me levou nada, o que foi uma recompensa bem merecida, depois de quase duas horas à espera.
Até já consigo mastigar a comida sem parecer que me estão a submeter a uma sessão de tortura.

Na primeira consulta de enfermagem estava tudo bem.
Na segunda (que acabou há uns vinte minutos) a coisa (que podia muito bem acabar por aqui) ainda vai demorar mais um bocadinho. 

" - Disseram-lhe para tirar os pontos hoje? É que isto ainda não está cicatrizado. E não percebo por que é que nas urgências não lhe raparam a barba para o cozerem."

Oh minha senhora, não percebe você, a enfermeira antes de si também não percebeu, e não percebo eu, que vos mando cortar a porra da barba para vos facilitar o trabalho e mesmo assim ninguém ma corta.

É um cheirete a betadine nos meus queixos que nem vos passa pela cabeça.
E vou ter de (voltar a) sair mais cedo do trabalho para tratar desta porcaria.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Quando A Diferença De Idades Cria Situações Constrangedoras #2

#1 AQUI.

" - Então puto tudo bem?"


Acho que 99% das nossas conversas começa assim. Aqueles de vós que lêem o blogue há mais tempo sabem como abomino diminutivos e alcunhas foleiras (já me chamaram minion, já me chamaram coelhinho, entre outras) mas ainda não percebi o que achar desta.

Se me chamasse puta para iniciar uma conversa, provavelmente iria mandá-lo à fava.

Se me chamasse alguma coisa terminada em "-inho" manda-lo-ia à fava também.

Se me chamasse pelo meu nome, provavelmente pedir-lhe-ia para me chamar outra coisa qualquer por não querer estar a ler o meu nome a cada cinco minutos. E se ele insistisse, manda-lo-ia à fava também.

Será que me chama "puto" por que se esqueceu do meu nome?
Será que me chama "puto" para mostrar quem é que manda?
Será que me chama "puto" por que acha que eu gosto de me sentir mais infantil do que aquilo que já sou?


Eu sei, eu sei,seria muito mais fácil se simplesmente lhe perguntasse o motivo de utilizar tal expressão para comigo. Mas assim tiraria a piada à coisa.