sábado, 9 de fevereiro de 2013

O Tratamento Por Diminutivos

Já aqui falei do quão irritante é o tratamento por "querido" ou "querida"  e na sequência desse tema posso continuar a filosofar sobre o quão irritantes são os diminutivos que se atribuem a certas pessoas.

Quando a minha irmã nasceu há doze anos estava na moda chamar "Beatriz" às raparigas e eu disse, muito cheio de mim mesmo à senhora minha mãe:

" - É que nem penses chamar Beatriz à criança! Depois vais chamar-lhe o quê quando estiveres chateada??) Bia? Dasse lá para o azeite, isso é de modinhas! Tás é tola!!"

Eu e a minha irmã temos nomes difíceis de serem minimizados de tão pequenos que são, mas mesmo assim às vezes alguém se lembra e chama por mim usando um diminutivo do meu nome: "OH RUIZINHO!". Por sorte quem me trata por esse diminutivo [que é estupidamente maior do que o meu nome, oh sweet irnoy] sabe o quão horrorizado fico por o fazerem, mas de qualquer forma aí fica a minha reacção quando oiço esse nome diabólico:


Por isso já sabem, nada de diminutivos!

3 comentários:

  1. Também não gosto quando me chamam pelo meu nome + inha, mas fico calada...x)

    ResponderEliminar
  2. pior pior são aquelas criaturas que se tratam por 'riqueza'

    ResponderEliminar