sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Prenda De Natal Metafórica


Desenganem-se aqueles que acreditavam que o velho obeso e benfiquista me iria meter um namorado debaixo da árvore (não o Namorado) por que a coisa mais aproximada que recebi foi um pijama. É, já cheguei àquela fase da minha vida em que receber pijamas é sinónimo de felicidade. É triste, mas é verdade.

Não obstante não ter recebido o dito namorado nem nada parecido, ando naquela fase de pita parva que começa a travar conhecimento com um random stranger qualquer e de quem a lembrança chega para tornar a coisa mais animada. Deve ser a melhor parte de travar contato com as pessoas, pelo menos para mim, sinto que é. Aquela parte em que a ideia da pessoa nos faz sorrir. Independentemente do que venha (ou não) a acontecer no futuro, é sempre bom recordar que houve um dia, uma hora, um minuto em que esse alguém nos fez sorrir.

Acho que não me apercebo do quão cansado fico com determinados jogos de cão e rato, só vendo as coisas no plano de um, dois ou três meses é que me vejo na mesma situação, por muito que tenha feito para a mudar, e vejo que nada ganhei com isso.

E eu que nunca fui da opinião que é dos carecas que elas gostam mais dou por mim farto de arrancar cabelos por causa do mesmo careca do costume, e, não obstante não estar a trabalhar, decidi tirar umas férias de Natal. E de uma maneira muito pobre, partir para outros destinos.

É a melhor prenda de Natal que podia dar a mim mesmo.

8 comentários:

  1. Deixa lá as prendas, pode ser que 2016 seja um ano que vai-te encher delas, e vai desejar apenas ter uma, aquela que fará toda a diferença :-p

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Se assim fosse seria um ano muito tarado...lol

      Eliminar
    2. Lol Estou a ver que tenho que ter cuidado com o que digo, lol.

      Eliminar
  3. Se o Pai Natal não te trouxe o que procuras... é porque não pediste com muita força... lol digo eu, que nada sei lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me fartei eu de pedir outra coisa em 2015? O Pai Natal deve andar a precisar daqueles aparelhos da minisom!

      Eliminar